Quem ri por último, ri melhor, não é Facebook?

Facebook sendo investigado em vários estados americanos!

Muitas páginas da direita estão tendo seus alcances limitados pelo Facebook. Muitas postagens que são verdadeiras estão sendo marcadas pelas “agências” reguladoras de notícias, como falsas ou semi- falsas para causar prejuízo a sua página, como redução de alcance e visibilidade.

A Advogada Geral de NY, Letícia James disse que a investigação pretende descobrir se as ações do Facebook colocam em risco os dados do usuário, reduzem a qualidade das escolhas dos consumidores ou aumentam o preço da publicidade, sua principal fonte de receita.

https://www.bloomberg.com/news/articles/2019-10-22/facebook-antitrust-probe-expands-as-dozens-of-states-join-n-y?srnd=premium

Anúncios

2 comentários sobre “Quem ri por último, ri melhor, não é Facebook?”

  1. ‘Templo do Impudor’
    CACIQUES, LOBOS E LOBAS, GALO…!

    Cacique é um termo que os portugueses e espanhóis usaram na época das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos (séculos XV e XVI) para fazer referência aos chefes indígenas das tribos da América. Este termo é originário do aruaque do Haiti (cachique) e foi adaptado pelos espanhóis, virando cacique.

    Quando o pajé fala, todos devem ouvir e obedecer. Na hierarquia indígena abaixo dele segue o cacique definido como o “caçador”, a pessoa que “corre atrás dos direitos relacionados aos índios”.
    Mas, antes, só para situar: a prostituição, que surgiu na Mesopotâmia por volta de 2600 A.C. com fins religiosos, chegou em Atenas e Roma (onde as prostitutas eram conhecidos como lupas, tradução livre: lobas) algum tempo depois. De lá, se expandiu para a França, e sob o reinado do rei santificado Luís IX, no século XIII, começou a ser regularizada por lei. Luís obriga as meninas, que trabalhavam às margens do Sena, a praticarem sua ‘expressão artística’ em maisons closes (casas fechadas), com lanternas vermelhas na porta e longe de lugares sagrados. Daí veio o nome bordel, de bordes de la Seine (margens do Sena).
    L’Abbaye (anteriormente situado no 36 rue Saint-Sulpice, 6ème)
    Para Religiosos menos mentirosos. Que não podiam deixar de saciar suas libertinagens.
    COMO UMA RODA GIGANTE, QUE RETORNA SEMPRE AO MESMO LUGAR. INCANSÁVEL. DIABÓLICOS, INSACIÁVEIS.
    DESPUDORADOS, NUM FRENESI CONSTANTE MESMO SEM PRAZER.
    AS BOCAS VOMITAM ESCARROS FÉTIDOS, MÃOS PEGAJOSAS RECEBEM PROPINAS E LEGISLAM COM ACIDEZ, DESFIGURANDO
    O CONTEXTO, ONDE O POVO INSERIDO PERDEU O DIREITO A VOZ.
    PERPETUAÇÃO DO PODER…!

  2. Da minha parte posso dizer que tive meu facebook bloqueado diversas vezes quando eu compartilhava mensagens de apoio a campanha de Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.