Na terça-feira, o Ministério da Saúde do Brasil confirmou que um homem em São Paulo havia testado positivo para o COVID-19, segundo a Reuters.

O homem de 61 anos voltou para São Paulo da Lombardia, Itália, em 21 de fevereiro, informou o ministério. Ele voou para a Itália para trabalhar em 9 de fevereiro.

Anvisa solicita lista de passageiros à companhia aérea que transportou a pessoa que “veio da Itália com resultado positivo”. Lista será encaminhada ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde ⬇️ https://bit.ly/3a0mSYy

📷Divulga/Josué Damacena/IO

Agência solicitou lista de passageiros à companhia aérea que transportou passageiro com resultado positivo para o vírus. Lista será encaminhada ao Cievs.Publicado: 25/02/2020 23:39Última Modificação: 25/02/2020 23:55

Diante de exame preliminar que deu resultado positivo para coronavírus (Covid-19) em um passageiro que veio da Itália para o Brasil na última sexta-feira (21/2), a Anvisa já tomou as seguintes medidas:

  • Solicitou à companhia aérea a lista de passageiros que estavam no mesmo voo do passageiro com resultado positivo para coronavírus. O documento será encaminhado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) para investigação de outros passageiros do voo que tiveram contato com o caso suspeito.
  • Aumentou a criticidade no monitoramento dos voos internacionais provenientes de países onde há casos confirmados da doença. A lista foi atualizada na segunda-feira (24/2) pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Anvisa reforça: se você esteve nos países com casos confirmados e apresentar febre, tosse, dificuldade em respirar ou outros sintomas respiratórios, procure atendimento médico de imediato e informe ao profissional de saúde a viagem feita para o exterior.

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial, Facebook @AnvisaOficial, Instagram @anvisaoficial e YouTube @anvisaoficial

Anúncios