Deputada deixa PSL acusando caciques de fazer lobby para seguradoras

A deputada acusa o presidente do partido PSL de determinar sua exclusão da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) após ela pedir o adiamento da votação de um projeto de lei que beneficia as seguradoras do ramo imobiliário, setor em que o deputado pernambucano atua.

Filiada ao PSL para, segundo ela, apoiar o presidente Jair Bolsonaro, a deputada Alê Silva (MG) anunciou nesta quarta-feira (9) sua desfiliação do partido. Primeira baixa da bancada na Câmara desde que a crise interna fugiu de controle.

A deputada mostrou ao colega deputado Felipe Francischini (PSL-PR), uma minuta do Ministério da Economia que recomendava a rejeição da proposta por onerar os cofres públicos em mais de R$ 25 bilhões em favor das empresas do setor. “O Francischini demonstrou irritação e me disse que o projeto era de interesse do Bivar”, afirma.

Leia a reportagem completa no UOL:

https://congressoemfoco.uol.com.br/corrupcao/exclusivo-deputada-deixa-psl-acusando-bivar-de-fazer-lobby-para-seguradoras/

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.