Bia Kicis reúne assinaturas para proposta que pode revogar PEC da Bengala!

Se a PEC cair, com ela 4 ministros se aposentam: Celso de Mello, Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber. Com isto, os cargos ficam a disposição de Bolsonaro para indicar novos.

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) anunciou na tarde desta quinta-feira (3) que conseguiu as assinaturas necessárias para protocolar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pode revogar da PEC da Bengala.

“Esta tem sido uma das pautas mais pedidas por vocês, das redes, seguidores, eleitores, os brasileiros que estão atentos ao que está acontecendo cenário político no Brasi”, comentou em vídeo publicado em suas redes sociais.

Ainda segundo a deputada, esta foi uma promessa de sua campanha. “Eu disse que ia atrás de revogar a PEC da Bengala para que a aposentadoria volte a ser compulsória para os servidores públicos aos 70 anos e não aos 75. Com isso, nós já faremos uma grande mexida no judiciário e isso é muito importante”, disse.

“Nós estamos sentindo que o ativismo e o desrespeito ao legislativo, às normas e leis tem sido muito grande e nós temos que dar uma resposta. Vamos finalmente revogar a PEC da Bengala”, acrescentou.

PEC da Bengala

A chamada PEC da Bengala, é uma Proposta de Emenda Constitucional aprovada em 2015 pelo próprio STF e promulgada pelo então presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL).

A PEC aumentou de 70 para 75 anos a idade para aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Superior Tribunal Militar (STM), Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Tribunal de Contas da União (TCU).

Anúncios

2 opiniões sobre “Bia Kicis reúne assinaturas para proposta que pode revogar PEC da Bengala!

  • outubro 4, 2019 em 6:11 pm
    Permalink

    Muito válida essa proposta. Se vão cair aqueles quatro do Supremo, ôba!!!!!

    Resposta
  • outubro 5, 2019 em 8:59 am
    Permalink

    A pressão é tanta que a casca se rompe. No primeiro contato com o ar, o amido (gelatinoso no interior do grão) solidifica-se e vira a espuma branca que comemos. Caso haja irregularidades na casca, como furos ou rachaduras, o vapor de água escapa e a casca não explode, formando o piruá (milho que não estourou).

    Qual o prejuízo com piruás, para um vendedor de pipocas?
    Mínima, talvez. O lucro compensa!
    Se pensarmos em termos de gente, indivíduos, seres humanos?
    Está sendo enorme! Inverteram as posições. Nós estamos sendo descartados como os piruás.
    Eles vendem-se e comercializam o nosso país, como se fossem os patriotas da nação brasileira.
    O povo cristão espera o anticristo, contudo, Ele já age no planeta. A tribulação já está sendo vivida…
    O maligno não destrói sozinho, usa intermediários que sufocam um povo por falta de conhecimento. Homens e mulheres a serviço do mal. Em todo o planeta. Letrados, ignorantes,
    Todos os gêneros que ele criou…
    Manipula mentes corruptas, sem Deus.
    Eis os motivos que bandidos são agraciados com títulos. Dão palestras, vendem o patrimônio. Recebem condecorações!
    Que não lhes pertence. Ganham fortunas acumulando aposentadorias, e direitos que o povo desconhece.
    Vivemos com o básico.
    Falta de moral dos que convidam e dos que viajam sem competência para gerir, pois destruíram aqui.
    Mentes podres. Venderam um justo por um ladrão!
    Nos longe de sermos justos, também nos vendemos por um pedaço de pão com mortadela.
    A hora está chegando…! Ninguém escapará, não corra. Com tornozeleira, ou sem, com habeas corpus, advogados, OAB, juízes, desembargadores, STF, STE, estando onde estiver,
    A mão do Altíssimo lhes recolherá, sem apelações, testemunhas, pois eles também são mentirosos, sem patriotismo,
    Estarão no mesmo barco, não adiantou delatar.
    Como Piruás serão levados, já torrados, seguirão para o lixo, se recusaram a estourar… E se doar!

    Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.