Shinzo Abe foi socorrido com vida, mas não resistiu ao ferimento; um suspeito foi detido no local do atentado

O ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abefoi assassinado durante um ato de campanha com vistas às eleições de domingo no Japão.

O atentado contra o ex-chefe de governo do Japão ocorreu na manhã desta sexta-feira (hora local) na cidade de Nara, no oeste do país.

Um homem de 41 anos foi detido pela polícia japonesa no local do crime. Ainda não há informações claras sobre a motivação do suspeito.

https://g1.globo.com/google/amp/mundo/noticia/2022/07/07/expremie-shinzo-abe-e-baleado-no-japao-diz-tv.ghtml

Suspeito detido

Um suspeito foi detido por tentativa de homicídio: um homem de 42 anos. Segundo a imprensa japonesa, o atirador é um ex-integrante da Marinha do Japão. 

A NHK informou que o suspeito foi identificado como Tetsuya Yamagami, que disse à polícia que estava insatisfeito com Abe e queria matá-lo. A polícia não confirmou o relato da estatal.

A polícia afirmou também ter recuperado a arma usada no ataque. A imprensa local disse tratar-se de uma espingarda caseira, de fabricação grosseira.

Veja também:

https://zapbolsonaro.com/2022/07/07/imigrantes-brasileiros-organizaram-um-dos-maiores-eventos-conservador-dos-eua/