A verdade começa a aparecer. Nos últimos dias, suposta revelação de civilização antiga de tecnologia avançada virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais. Arqueólogo que faz pesquisas na região há três décadas explica principais erros do boato que circula pela internet.

https://portalamazonia.com/amazonia/ratanaba-a-cidade-perdida-da-amazonia-que-esconde-a-capital-do-mundo

Ratanabá, a cidade perdida da Amazônia que esconde ‘a capital do mundo’

A teoria conta que a cidade futurista existiu há 450 milhões de anos e interligaria o mundo por meio de túneis subterrâneos.

KARINA PINHEIRO – KARINA.ALVES@AMAZONSAT.COM.BR 
| Atualizado 

A história de Ratanabá, na Amazônia brasileira, é sobre a existência de uma cidade futurista – escondida – que guarda a suposta “capital do mundo”, relacionada às origens da humanidade.

De acordo com a teoria, existe uma rota de túneis subterrâneos que se estenderiam por toda a América do Sul e se ligariam à cidade futurista, supostamente a mais desenvolvida e rica como jamais visto.

Essa “Capital do Mundo” teria existido há 450 milhões de anos e hoje estaria enterrada no Estado do Mato Grosso, na Amazônia brasileira. A teoria especifica que uma das entradas destes túneis estaria escondida dentro do Forte Príncipe da Beira, localizado no município de Costa Marques, em Rondônia.

LEIA MAIS: https://www.correiodoestado.com.br/cidades/apos-et-bilu-urandir-viraliza-com-fake-news-de-ratanaba/401321

Urandir conversou com Mario Frias e convenceu ex-secretário de Cultura ainda em 2020 – Reprodução redes sociais

VEJA AS IMAGENS DO LOCAL PELO GOOGLE MAPS:

https://goo.gl/maps/3VWYWNUazgBwaUoi6