Nossos sinceros sentimentos à família do Soldado Gustavo Henrique Arruda.

O corpo do soldado Gustavo Henrique Arruda, de 24 anos, foi levado para Ipatinga, na região do Vale do Aço, na tarde desta sexta-feira (20). O militar do Batalhão de Choque foi baleado enquanto atendia uma ocorrência de tráfico de armas no bairro Jardim Alvorada, na região Noroeste de Belo Horizonte.

A assessoria da Polícia Militar (PM) informou que o corpo do soldado Arruda será sepultado às 11h deste sábado (21) em Ipatinga, cidade natal da vítima. O militar recebeu honras fúnebres até ser levado à aeronave.    

A porta-voz da Polícia Militar (PM), major Layla Brunela, passou mais detalhes da ocorrência que resultou na morte do soldado. Segundo ela, os militares foram informados de que em uma hamburgueria estava acontecendo a venda de armas de forma ilegal. 

O soldado teria ido à paisana com outro militar para realizar o chamado “policiamento velado”. “Durante a abordagem para verificação da informação, um PM é baleado pelas costas pelo proprietário da lanchonete. Ele [suspeito] recebeu a arma da esposa, que também está presa”, informou. 

A ação policial no Jardim Alvorada contou com militares fardados e à paisana, conforme explicou a major. Além do soldado, outro policial também foi atingido e encaminhado à unidade hospitalar. “Um sargento, que estava fardado, foi baleado no braço, não corre risco e recebeu alta. Nosso soldado que perdeu a vida foi baleado pelas costas”.