Bolsonaro pretende descer a rampa do Palácio do Planalto acompanhado de seus ministros e seguir a pé até o Senado.

“Todos sabem das consequências de uma ruptura institucional, a qual não provocamos ou desejamos”, publicou o presidente. Manifestação ocorre um dia após a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson.

Após semanas de ataques verbais, o presidente Jair Bolsonaro resolveu apelar para as vias institucionais em sua batalha contra os ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, este último também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Alvo de três inquéritos no STF, o mandatário anunciou por meio de suas redes sociais neste sábado que na próxima semana levará ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), “um pedido para que instaure um processo sobre ambos, de acordo com o art. 52 da Constituição Federal”.

Ele se refere ao artigo que rege, entre outras coisas, o impeachment, tanto do presidente da República quanto de ministros do STF. A ideia do impedimento de um ministro do STF não é nova entre os bolsonaristas, mas é a primeira vez que o presidente a considera formalmente em público.

https://brasil.elpais.com/brasil/2021-08-14/bolsonaro-promete-ir-ao-senado-por-impeachment-de-ministros-do-stf-extrapolam-os-limites-constitucionais.html

https://www.cnnbrasil.com.br/politica/2021/08/14/bolsonaro-diz-que-pedira-ao-senado-processo-contra-ministros-do-stf