General Braga Netto usa interlocutor político para duro recado: sem ‘voto auditável’, disposição das Forças é que pleito não seja realizado. (Notícia Falsa)

Esta matéria foi desmentida pelo Braga Neto. Uma fake news com vistas a desgastar a relação do executivo com o legislativo. Ele defendeu o voto impresso mas disse que o Congresso é quem decide.

De acordo com informações de “O Estado de S. Paulo”, o ministro da Defesa, general Braga Neto, mandou recado para o deputado Arthur Lira.

Diz a reportagem: “No último dia 8, uma quinta-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), recebeu um duro recado do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, por meio de um importante interlocutor político.

O general pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável. Ao dar o aviso, o ministro estava acompanhado de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica”.

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,ministro-da-defesa-faz-ameaca-e-condiciona-eleicoes-de-2022-ao-voto-impresso,70003785916.amp?__twitter_impression=true