E assina decreto contra censura do Twitter e Facebook nas páginas de direita.

Trump assina decreto que questiona proteção legal a redes sociais após Twitter pedir checagem de postagem do presidente

Site sugeriu que usuários ‘checassem os fatos’ de uma publicação de Trump sobre votação por correio, modalidade permitida nos EUA.