Confirmada novamente a segunda condenação de Lula por corrupção e lavagem de dinheiro, proferida no caso do sítio de Atibaia. O julgamento foi unânime, no Tribunal Regional Federal em Porto Alegre. A pena é de 17 anos de prisão.