Repost from @carla.zambelli •

ATENÇÃO: Acabou de ser oficializada pelo Presidente da Câmara a suspensão, imposta pelo PSL, das atividades partidárias de 14 deputados fiéis ao Presidente Bolsonaro. Pelo entendimento de @rodrigomaiarj, a situação permite a troca do líder do PSL na Câmara – talvez para @joicehasselmannoficial (!!!). Foram suspensos: Bibo Nunes, Alê Silva, Bia Kicis, Carla Zambelli, Carlos Jordy, Daniel Silveira, Eduardo Bolsonaro, General Girão, Filipe Barros, Cabo Junio Amaral, Luiz Philippe de Orleans e Bragança, Márcio Labre, Sanderson e Vitor Hugo.

Na prática, os deputados suspensos perderão funções de liderança do partido, não poderão orientar as bancadas em nome do partido e não poderão participar da escolha do líder partidário. Também é possível que percam cargos em comissões em que a indicação seja do partido.

Apesar desse contratempo, não perdemos o mandato nem o direito ao voto, e continuaremos votando a favor do governo e apoiando o Presidente Bolsonaro em tudo o que for possível, buscando honrar nosso compromisso de campanha.