Para quem não confia no sistema virtual, a salvação é o caderninho e o lápis preto.